Se 2016 foi um ano de comemorações para a Priscila Santtana, imagina 2017? Será repleto de conquistas mais do que merecidas para a atleta do #teamnewmillen, que treina pesado há 12 anos.

Fonte de inspiração para muitas mulheres, ela mostra que é possível conquistar seus sonhos e superar limites, diariamente, nos treinos e na vida. Através de muita determinação e esforço, a atleta se prepara para um dos grandes sonhos: participar do Arnold Classic Brasil, um dos maiores campeonatos de fisiculturismo do mundo.

Conheça mais sobre a história dessa atleta para você se inspirar com a fórmula do desempenho:

1. Há quanto tempo você treina? Como funcionam seus treinos na semana?

Treino há 12 anos. Comecei adolescente. Desde quando entrei na academia, já tinha vontade de mudar radicalmente meu corpo.
Meus treinos mudam conforme meu físico muda também. Nunca faço o mesmo treino, os mesmos exercícios sim, mas com intensidades diferentes.

2. Quando foi que o fisiculturismo virou uma profissão para você? Você teve alguma inspiração?
Eu já namorava os palcos há algum tempo. Já fui assistir campeonatos para ver de perto como funcionava. Sempre me imaginei ali em cima, junto com elas, mas não sabia o que fazer para chegar tão longe. Foi quando conheci meu noivo, e, como ele também é atleta e já competia, ele me mostrou o caminho, e deu tudo muito certo.
A inspiração sempre veio de mim mesma, da vontade de superar meus limites, vencer desafios e transformar meu corpo.

3. Apesar de ter crescido a participação das mulheres no fisiculturismo, como é para você ser mulher em um esporte dominado por homens?
Acho que essa fase de fisiculturismo ser esporte de homem já passou. Ainda existe sim um preconceito, como existe preconceito com várias outras coisas, mas nada que me incomode.

4. Não é fácil administrar treinos, trabalhos, dieta. Como você concilia a sua rotina?
Realmente fazer dieta, treino e trabalho não é nada fácil. Mas também não é impossível! Dá pra fazer! Mas claro que um trabalho flexível ajuda, pois a rotina pré-competição é bem tensa.

5. Você já teve muitas conquistas e vitórias em campeonatos, como o Mr. Santos IFBB 2016. Como você vê o crescimento desse reconhecimento para as mulheres no esporte?
Isso é maravilhoso! As mulheres estão cada dia mais ocupando seu espaço em todas as áreas de trabalho e não podia ser diferente no fisiculturismo. As mulheres estão enxergando que treino, principalmente a musculação, só traz benefícios e qualidade de vida para sua vida.

6. Você já sofreu algum tipo de preconceito por ser mulher e ter o corpo malhado e definido?

Preconceito que sofri e sofro até hoje é de pessoas que “NÃO treinam” e gostam de falar mal de quem treina rs. Mas nada demais, são pessoas que não têm talvez uma força de vontade igual a nossa e precisam disso para poder justificar a fraqueza deles.

7. Quais foram as maiores dificuldades durante sua trajetória no esporte?

A maior dificuldade que enfrentei e enfrento até hoje no esporte é com minha lesão nos joelhos. Ela está aguda e não consigo me empenhar 100% nos treinos.
Então, sempre estou com profissionais me acompanhando para tentar chegar no meu limite sem me prejudicar mais.

8. Qual sua opinião para o futuro das mulheres no fisiculturismo?  
Eu acredito em um mundo com mulheres cada vez mais saradas, mais evoluídas e mais felizes. Porque não somente o fisiculturismo, mas o esporte em si, traz essa felicidade, você se sente melhor, tanto na saúde quanto na sua autoestima, e isso contagia. Por isso, o crescimento das mulheres interessadas pelo fisiculturismo.

9. Qual sua meta para 2017?
Sei que sou novata nesse esporte, mas consegui, em seis meses, cinco títulos de campeã, agora estou um pouco mais experiente e não tenho limite para sonhar.
Agora quero vencer campeonatos grandes, como Arnold Classic, Brasileiro e Olympia.
Vamos à luta!

10. Qual o recado que você quer deixar para as mulheres que começaram a treinar agora ou que têm interesse em praticar o fisiculturismo?

Mulheres que estão começando a treinar e desejam competir, tenham paciência, um corpo para chegar em nível de competição precisa de tempo, tudo podemos ser, mas com muita determinação e força de vontade. Se esse for seu sonho, vá atrás, mas sempre pelo caminho certo, não façam loucuras, procurem um nutricionista, um endócrino e um personal. Esses três profissionais irão te dar o caminho correto para seu sonho ser realizado.

Related Post
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *