A síntese proteica muscular é um processo complexo e necessita de substratos específicos para ser completo e eficaz. Consiste na capacidade do músculo em captar aminoácidos advindos da quebra de proteínas, com isso, promovendo a manutenção e/ou o crescimento das células musculares. Contudo outros nutrientes são essenciais, como:

Carboidratos

A ingestão de proteínas ou aminoácidos em combinação com carboidratos é essencial para a efetiva síntese proteica. Hipóteses em estudos científicos mostram que o estímulo da insulina, em decorrência da presença de glicose no sangue, aumenta a taxa de síntese muscular por ser um hormônio anabólico. Assim, a união dos dois nutrientes é indispensável após o treino.

 Ômega-3

Estudos relatam que a suplementação de ômega-3 promove o aumento da taxa de síntese proteica e fosforilação da cascata de mTOR, induzida por aminoácidos e insulina. Isso porque esse lipídeo apresenta propriedades anabólicas devido à sua capacidade em aumentar a sensibilidade musculoesquelética para captar aminoácidos.

 Magnésio

O magnésio é considerado um ativador de sistemas enzimáticos no organismo e, por essa razão, aproximadamente, metade se encontra em tecidos hepáticos e musculares. É um mineral que participa de diversos processos metabólicos, como a ativação de enzimas necessárias à contração muscular e síntese proteica.

 Proteínas

As proteínas são as principais moléculas orgânicas envolvidas na síntese proteica celular pela combinação de aminoácidos, sendo um processo que acontece em todas as células do organismo, principalmente, para formação do tecido muscular.

Related Post
Comments
  • Guilherme romao coimbra 10 de maio de 2018 Reply

    Não entendi muitos estudos falam que não é necessário tomar proteína junto com carboidrato e foram estudos atualizados .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *